Semana de Combate e Prevenção À Surdez

Publicado em 01/12/2005


Prevenção à surdez chega a sua próxima fase

Nessa etapa, objetivo é exame mais detalhado

 

Nos dias 30 de Novembro e 1 e 2 de Dezembro, ocorre mais uma fase da Semana Nacional de Prevenção e Combate a Surdez. Iniciada entre os dias 8 e 10 de Novembro como comemoração ao Dia Nacional de Prevenção e Combate a surdez - 10 de Novembro - a primeira fase promoveu diversas atividades. Panfletos explicando deficiências auditivas foram distribuídos nas estações Barra Funda, Ana Rosa e Sé do metrô e no Carrefour Villa-Lobos.

Além disso, no Poupa Tempo Santo Amaro houve a distribuição de senhas e uma pré-triagem através de uma audiometria simples. Também aconteceram palestras sobre diversos temas relacionadas à surdez como "Infecções de ouvido na Infância" com a Dra. Mônica G. Amatuzzi, "Higiene do ouvido" com a Dra. Leila Freire Rego Lima entre outras.

Houve também a exposição de uma orelha gigante, como forma de mostrar ao público como é o ouvido e como acontece o processo de audição. Nessa fase foram atendidas 543 pessoas e dessas 228 foram pré-selecionadas para um exame mais detalhado.

EXAMES
Dentre os pacientes pré-selecionadas, 207 deles compareceram à Fundação otorrinolaringologia para uma audiometria completa. Nessa fase da campanha, as pessoas que tiverem algum problema grave detectado serão encaminhadas para médicos que buscarão o melhor tratamento para o caso.

A Semana Nacional de Prevenção e Combate a Surdez ocorre anualmente e maiores informação a respeito podem ser obtidas em Ações Sociais

 

FORL, Poupa-Tempo e SESC Santo Amaro juntos

Fundação Otorrinolaringologia, Poupa-Tempo e SESC Santo Amaro promovem a "Semana de Prevenção e Combate a Perda Auditiva", entre os dias 8 e 10 de novembro, com atendimentos, palestras e cirurgia, em São Paulo, das 9 às 17 horas.

Com o intuito de esclarecer à população paulistana sobre a importância da audição e os cuidados que se deve ter para mantê-la perfeita, mesmo morando em uma cidade como São Paulo, a FUNDAÇÃO OTORRINOLARINGOLOGIA - uma ONG, fundada sob a orientação de médicos da clínica de Otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas, da FMUSP, com apoio do SESC SANTO AMARO e do POUPA-TEMPO SANTO AMARO, promoverá entre os dias 8 e 10 de novembro, das 9 às 17 horas, mais uma SEMANA DE PREVENÇÃO E COMBATE À PERDA AUDITIVA,no Poupa-tempo Santo Amaro - rua Amador Bueno, nº 176/256, em Santo Amaro, São Paulo, Capital.

"Estamos preparando uma semana realmente preventiva, aguardando o mesmo sucesso de público dos anos anteriores, com um diferencial: desta vez, além das palestras, triagem e atendimento médico e fonoaudiológico, os pacientes portadores de deficiência auditiva serão encaminhados à própria Fundação Otorrinolaringologia para tratamento específico e, caso haja necessidade, para a protetização ou cirurgia de implante coclear", diz Dr. Luiz Ubirajara Sennes, presidente desta entidade.

Dentre as atividades da Semana de Prevenção e Combate à Perda Auditiva, estão programadas palestras interativas sobre assuntos relacionados a cuidados básicos com o ouvido e doenças que podem alterar a audição, levando à deficiência permanente. Estas palestras ocorrerão nos dias 08, 09 e 10 de novembro às 10h00, 11h30, 14h30 e 16h00.

"Durante as palestras, estaremos demonstrando os cuidados básicos com a orelha, incluindo a abolição de uso de hastes flexíveis. Alertaremos as gestantes a respeito da necessidade de prevenir algumas doenças infecciosas durante a gravidez, que podem ocasionar perda auditiva definitiva. Haverá distribuição de senhas para realização de exames em pessoas que suspeitem de problemas de audição. Se indicado, os testes de audiometria serão realizados no próprio local. Caso a audiometria acuse perda auditiva, os médicos farão o encaminhamento do paciente à Fundação Otorrinolaringologia, para tratamento ou procedimentos que se façam necessários", informa Dr. Luiz Ubirajara.

Cirurgia de implante coclear de tronco cerebral

Há dois anos, a Fundação Otorrinolaringologia realizou, durante as comemorações da Semana de Prevenção e Combate à Perda Auditiva com o apoio do SUS, a centésima cirurgia de implante coclear, devolvendo ao paciente parte de sua audição. "Conseguimos sensibilizar o governo e, em dois anos, somente no Hospital das Clínicas, já foram realizadas cerca de 230 cirurgias semelhantes. Essa cirurgia, porém, não podia atender todos os portadores de deficiência auditiva. Uma nova técnica está sendo realizada na Europa e Estados Unidos e, durante o mês de novembro, também como marco da Semana de Prevenção e Combate à Perda Auditiva, estaremos realizando a primeira cirurgia de Implante Coclear de Tronco Cerebral, que permitirá a um paciente com deficiência auditiva e danos irreversíveis na cóclea, voltar ou começar a ouvir", informa Dr. Ricardo Ferreira Bento, cirurgião responsável pelo implante.

A técnica de Implante Coclear de Tronco Cerebral é diferente, visto que o aparelho é ligado diretamente ao tronco cerebral, emitindo vibrações para o cérebro do paciente, fazendo-o voltar a ouvir. "Esse tipo de cirurgia só é realizado em pessoas que tenham a cóclea danificada por carcinomas, ou que tenham a cóclea ossificada em conseqüência de doenças como a meningite, por exemplo".

Essa cirurgia será realizada pelo Dr. Ricardo Ferreira Bento, Dr. Rubens Brito, Dr. Arthur Castilho, otorrinolaringologistas e cirurgiões e Dr. Marcos Gomes e Dr. Guilherme Carvalhal Ribas, neurocirurgiões, provavelmente, ainda na primeira quinzena de novembro.

A SEMANA DE PREVENÇÃO E COMBATE À PERDA AUDITIVA acontecerá de 08 a 10 de novembro, das 09h00 às 17h00, no Poupa-tempo Santo Amaro - Rua Amador Bueno, nº 176 / 256, em Santo Amaro, São Paulo, Capital. Os grupos de estudantes e de terceira idade podem agendar sua participação através do telefone 3068.9855, na Fundação Otorrinolaringologia. Durante o evento, estará exposta no local uma orelha gigante, para o público conhecer como é o ouvido e como se processa a audição.