Tecnologia na Saúde: Principais Tendências e Benefícios

A Tecnologia É Utilizada nos Mais Variados Âmbitos: da Educação ao Mercado Financeiro, Passando, Claro, Pela Saúde. Seu Uso É Cada Vez Mais Frequente na Área Médica, e Pode Trazer Diversas Vantagens.

Postado em 25/11/2022


 

Por isso, preparamos esse conteúdo sobre os principais usos da tecnologia na saúde, tendências de mercado e benefícios para os profissionais da área. Continue a leitura. 

O que é tecnologia na saúde? 

Tecnologia na saúde diz respeito a junção dessas duas áreas tão importantes na criação de soluções que proporcionem um melhor atendimento, procedimentos mais eficazes, entre outras possibilidades. 

De forma geral, a tecnologia atua criando soluções para demandas geradas na área de saúde. Por exemplo: quando surgiu o Coronavírus foi preciso um grande esforço conjunto das duas áreas para que uma vacina fosse criada em tempo recorde. 

Esse é só um dos muitos exemplos da aplicação da tecnologia na área da saúde. É possível identificá-la em diversos momentos, desde o atendimento ao paciente até a emissão de um laudo. 

Quais benefícios podem ser obtidos com o uso de tecnologia na saúde

Como a aplicação da tecnologia é muito variada, seus benefícios também são. 

Ela pode ser aplicada desde o momento em que o possível paciente entra em contato com a clínica, por meio de sistemas de agendamento online de consultas, por exemplo. Também é possível usar a tecnologia - e o próprio WhatsApp ou e-mail, para enviar lembretes de consultas e exames. 

Esse tipo de aplicação reduz o índice dos pacientes faltantes, e acaba por colaborar com a organização geral da agenda do profissional. Assim é possível identificar de forma mais rápida alguns espaços na agenda, reagendar pacientes e separar períodos para estudo e especialização, por exemplo. 

Também é notável os benefícios que o uso de tecnologia pode trazer para a produtividade da equipe médica como um todo. Pense na disponibilização de prontuários eletrônicos, onde o registro da informação é mais fácil e seu acesso também é possível de forma online. Ou ainda no uso de softwares e soluções para controle de estoque de forma automatizada. Isso aumenta a produtividade e diminui custos operacionais. 

Falando propriamente dos atendimentos médicos, é possível aumentar o leque de pacientes, oferecendo consultas na modalidade de telemedicina. Também, chegar a diagnósticos de forma mais rápida e precisa, com equipamentos cada vez mais avançados e tecnológicos. 

Outro ponto relevante é que, como sabemos, a atualização constante é necessária em todas as áreas. Por isso, é fundamental acompanhar as mudanças de mercado e inovações, para se manter como profissional relevante em sua área de atuação. 

Qual é o histórico de uso da tecnologia na área da saúde?

Quando pensamos em inovações tecnológicas, é comum vir à nossa mente o uso de super equipamentos, inteligência artificial, e outras coisas relacionadas. Mas seu histórico na área da saúde é muito mais antigo do que isso. 

Podemos identificar o uso de tecnologia na criação de vacinas, em protocolos de prevenção de doenças, no aprimoramento de exames e diagnósticos. Já vivenciamos muitos avanços, mas temos muitos outros pela frente. Nos próximos tópicos, você vai conhecer alguns exemplos do uso de novas tecnologias na área da saúde e também quais são as principais tendências para os próximos anos. 
 

Healthtech: qual é o cenário atual?

Entre as principais aplicações atuais da tecnologia pelos profissionais de saúde, podemos citar: 

Prontuário eletrônico: é uma forma de reunir todas as informações sobre o histórico de saúde do paciente. É possível reunir anotações, exames, imagens e demais informações para facilitar o entendimento da situação de saúde do paciente. 

Além da maior praticidade no registro das informações, também é possível compartilhar dados com outros médicos envolvidos no atendimento do paciente - sempre seguindo as regras impostas pela LGPD na saúde

Telemedicina: impulsionada pela necessidade de atendimento remoto em virtude da pandemia, a telemedicina já faz parte de diversas especialidades médicas. Ela permite o atendimento de um leque maior de pacientes, garante a modernização dos processos e faz com que a clínica esteja alinhada com as novas necessidades do consumidor. 

 

Aplicativos: com o celular fazendo parte da maioria das atividades desempenhadas durante o dia, é natural que também surjam aplicativos relacionados aos cuidados com a saúde. Um exemplo é o Conecte SUS.

Nele ficam reunidas todas as informações sobre atendimentos prestados ao paciente no sistema público de saúde, além de listas de serviços disponíveis e orientações gerais. 

Uso de Smartwatches: os “relógios inteligentes” são utilizados para acompanhar mensagens e realizar pagamentos, entre outras possibilidades. Mas eles também são utilizados para cuidados com a saúde, já que é possível acompanhar batimentos cardíacos e oxigenação do sangue, além de registrar atividades físicas. 

 

 O que vem pela frente?

Como você pode perceber até aqui, os avanços são muitos. Mas existem inúmeras outras possibilidades. Entre as principais tendências de tecnologia na saúde para os próximos anos, estão:
 

Uso de inteligência artificial: IA ou inteligência artificial diz respeito ao uso de softwares que interpretam um grande volume de dados e, com base nisso, são capazes de identificar padrões e tomar decisões. 

O uso de inteligência artificial e machine learning na área da saúde traz benefícios como a agilidade e precisão de diagnósticos, coleta e análise de dados de forma contínua e até indicação de medicamentos para cada situação. 

Big Data: o uso de big data na saúde se dá por meio da identificação e extração de informações relevantes que estão dentro de um volume gigante de dados, que é gerado a cada período de tempo. 

Com o uso de big data na saúde é possível reunir dados estruturados, identificar padrões e realizar análises de forma muito mais rápida do que com softwares tradicionais.

Internet das coisas: a aplicação da internet a coisas ou IoT na saúde traz benefícios como a possibilidade de termos leitos e camas inteligentes, conectadas a internet, compartilhando informações com outros equipamentos da clínica ou hospital. Também possibilita diversas conexões entre equipamentos, paciente e equipe médica. 


Quais dessas tendências e inovações você já conhecia? Sua clínica já se beneficia das inúmeras possibilidades do uso da tecnologia na saúde? Continue acompanhando nosso blog para ter acesso a mais conteúdos sobre o assunto, e cadastre-se na nossa lista VIP para receber novidades diretamente na sua caixa de e-mail.