PERFIL MÊS: PROF. DR. ROGÉRIO HAMERSCHMIDT

Paranaense, natural de Curitiba, nascido em 5 de dezembro de 1974, Prof. Dr. Rogério Hamerschmidt desde a infância sentia atração pela medicina.


25/04/2013

Paranaense, natural de Curitiba, nascido em 5 de dezembro de 1974, Prof. Dr. Rogério Hamerschmidt desde a infância sentia atração pela medicina. Olhava os médicos que atendiam seus familiares - Rogério é o filho mais velho e tem um irmão mais novo, otorrinolaringologista também - e respeitava os conselhos médicos. Aos quinze anos, decidiu trilhar o caminho das ciências médicas.
"O apoio da família tornou minha decisão mais segura, pois a Medicina é ministrada em tempo integral e não há tempo para ter outra atividade, senão estudar, estudar e estudar. Isso sem falar no tempo de cursinho para conseguir ingressar em uma boa universidade, o que acabou acontecendo", lembra o Prof. Dr. Rogério.
Depois de ingressar na Universidade Federal do Paraná com 17anos de idade, a escolha pela otorrinolaringologia surgiu logo no terceiro ano do curso. "O interesse surgiu porque há a possibilidade de exercer práticas clínicas e cirúrgicas dentro da profissão. Isso, sem falar no campo da pesquisa, altamente rico", lembra o médico.
A residência foi feita no Hospital de Clínicas da UFPR e a pós-gradução foi realizada na Universidade de Bordeaux, França, com a equipe do Prof. Dr. Jean Pierre Bebear. "Eram aulas muito ricas, que aumentavam a vontade em trabalhar na área. Foram dois anos na França que aprendi muito e, para dar continuidade ao meu trabalho acadêmico, voltei a Curitiba e fiz o doutorado com o tema 'Implante Coclear com Anestesia e Sedação', nos anos de 2011 e 2012", diz ele.

O prazer de auxiliar um paciente a ouvir
Com uma rotina apertada - Prof. Dr. Rogério Hamerschmidt ministra aulas da Universidade Federal do Paraná de otorrinolaringologia para a graduação e pós-graduação e acabou de tornar-se professor permanente do Programa para exercer as atividades de Ensino e Pesquisa nos cursos de Mestrado e Doutorado e é o responsável pelo serviço de implante coclear do HC-UFPR e da IPO, Instituto Paranaense de Otorrinolaringologia -, o médico dedica-se, ao menos, doze horas por dia às atividades profissionais. "É extremamente graficante e dá a todo o meu grupo uma enorme alegria, observar a emoção dos pais de filhos deficientes auditivos, ouvindo e pronunciando as primeiras palavras graças ao implante coclear. São momentos inesquecíveis dentro da profissão. E a conquista aumenta quando acompanhamos a evolução de todos eles", diz o otorrinolaringologista.
Da época que escolheu a otorrinolaringologia como especialidade, aconteceram mudanças significativas dentro da profissão. "Há toda uma tecnologia nova - e inovadora - no que diz respeito ao tratamento cirúrgico da surdez neurosensorial. E, atualmente, as pesquisas avançam muito e são bastante interessantes. As novas próteses para tratamento da surdez são comprovadamente, um avanço bastante interessante e as pesquisas com células tronco na recuperação da audição são muito importantes", comenta.
Com tantas atividades profissionais - Prof. Dr. Rogerio Hamerschmidt participa de congressos nacionais e internacionais, além de aulas no Brasil todo -, o otologista consegue ter uma vida familiar tranquila. "Sou pai de três filhos e só me dói o coração quando saio de casa e eles estão dormindo e eu volto e encontro a mesma cena - eles estão na cama. O final de semana são deles. Viajamos para Morretes nos finais de semana e o contato com a natureza do local estimula atividades físicas e muitas brincadeiras entre todos. Os amigos também participam da vida familiar. Várias vezes viajamos juntos para colocarmos as conversas em dia", continua.
Representante da Fundação Otorrinolaringologia em Curitiba, Prof. Dr. Rogério Hamerschmidt gosta do crescimento dela como um todo. "A FO representa uma grande conquista para todos os otorrinolaringologistas pela possibilidade de atualização de seus inúmeros cursos ministrados em todo o Brasil. É uma honra sermos os representantes da entidade, pois nos abre a possibilidade de apoio em nossos cursos e dá credibilidade na divulgação de nosso trabalho. É uma equipe unida composta por amigos queridos como o Prof. Dr. Ricardo Ferreira Bento, de competência inquestionável, vontade e dedicação ao ensino que forma gerações de novos cirurgiões", finaliza o médico.